domingo, 23 de março de 2008

Duas letras

Oi pessoas,

Sabe, existem duas músicas (que eu me lembre no momento) que descrevem bem as coisas que ando vivendo e pensando ultimamente. São letras antigas, muito conhecidas, e blá blá blá... mas não deixam de ter seu apelo e valor. Analisem.

***

Como uma onda - Lulu Santos/Nelson Motta

Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia --------- {Eita verdadezinha verdadeira}
Tudo passa
Tudo sempre passará --------------------- {Consolo padrão, porém certeiro}
A vida vem em ondas
Como um mar
Num indo e vindo infinito ------------------ {Pode ser um tsunami. Esteja previnido}
Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente
Viu há um segundo ------------------------ {Nosso olhar sobre as coisas muda, rapaz}
Tudo muda o tempo todo
No mundo --------------------------------- {O que é errado, pode deixar de ser}
Não adianta fugir
Nem mentir
Pra si mesmo agora ----------------------- {Aceite as mudanças...}
Há tanta vida lá fora ---------------------- {... pra poder usufruir de tudo um pouco}
Aqui dentro sempre
Como uma onda no mar ------------------- {Ainda bem que é assim...}
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar ------------------- {... pois imagine se fosse tudo sempre igual?}

***

Metamorfose Ambulante - Raul Seixas

Prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante ------------- {Mude... faça o teste}
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo... --------------------- {Pessoas sempre convictas são chatas}
Eu quero dizer
Agora o oposto
Do que eu disse antes ---------------------- {Sou ser humano, e jovem. É meu direito}
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo...
Sobre o que é o amor ---------------------- {Amor é complexo. Indescritível}
Sobre o que eu
Nem sei quem sou ------------------------- {A graça é ir descobrindo}
Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou ---------------------- {Aproveite cada momento}
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor ------------------- {Aquela pessoa pode não ser bem isso}
Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator... -------------------------- {Cada época, um personagem}
É chato chegar
A um objetivo num instante --------------- {Trace-o com calma. Há sempre tempo}
Eu quero viver
Nessa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião
Formada sobre tudo... -------------------- {Muito bom}

***

É isso. No mais...
Aproveitem o chocolate ganho na Páscoa durante a semana

E não se esqueçam...
O mundo é dinâmico. Jamais seremos idênticos ao que somos hoje daqui a alguns anos.
E que saber... ainda bem!

Nenhum comentário: