sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Exagerado?


Sou um cara intenso em relação a vida. Não que eu siga à risca aquela filosofia de "viver cada dia como se fosse o último".  Quem me dera. Eu digo no sentido de romantizá-la mesmo.

Exemplo disso é que eu sou um nostálgico completo. Volta e meia me pego pensando na minha infância e em outras épocas e comparo com os dias atuais, e percebo o quão interessante é essa coisa do tempo que passa. Eu costumo fazer cronologia mental do tipo "no ano tal me aconteceu isso e isso, e logo após isso. Puxa, eu não esperava!". E fico então destrinchando aquilo na minha cabeça e desenvolvendo mil sentimentos. Tem muita coisa que eu acho que mudou, outras nem tanto. E isso me deixa feliz ou chateado, dependendo da coisa.

O futuro também é algo sobre o qual costumo pensar. Gosto de vê-lo como sendo imprevisível, capaz de mudar cenários, contextos e conceitos. E imaginar que essas mudanças podem ser abruptas o torna ainda mais interessante para mim. Eu não suporto mesmice. E isso de certa forma me preocupa, afinal a gente precisa se apegar a certas rotinas, como o trabalho, por exemplo. Acho que esse característica fará de mim um profissional constantemente agoniado, haha.

Muitas vezes eu vejo o meu futuro como o próximo capítulo de um seriado, no qual além de protagonista, também sou o roteirista. E fico satisfeito e motivado, pois o fim da história depende de mim. Outras vezes sinto que não tenho a função de roteirista, e isso acaba me desanimando, pois é ruim demais pensar que eu tenha que viver sem poder mudar tudo aquilo sobre o qual desejo mudanças.

E é mais ou menos assim que eu vou vivendo... pensando sobre o passado, pensando sobre o futuro, talvez exagerando demais. Só não posso deixar o presente de lado por causa disso. Afinal é baseado nele que eu vou construir meu futuro (mesmo gostando que ele seja imprevisível) e é dele que vão sair as novas lembranças do meu passado. Mas se querem saber, eu sei viver de presente... um pouco romantizado também por mim, claro.

Sample02

 

Nenhum comentário: