quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Desmistificando a Baixada Fluminense


BaixadaFluminense.jpg (1)

A primeira vez em que estudei fora da Baixada Fluminense, onde moro, foi quando entrei para a faculdade. E na minha turma de engenharia eu era praticamente o único que morava na região. Eu fiquei surpreso quando descobri que muitos colegas nunca tinham ido a nenhum lugar da Baixada. Não que precisassem frequentar, mas eu achava que pelo menos alguma vez na vida todo carioca teriam tido a oportunidade de conhecer.

Assim, acabei descobrindo também alguns deles pensavam coisas sobre a região que não faziam parte da realidade. Algumas até beiravam o absurdo. E eu me divertia com as suposições, e ao mesmo tempo tentava explicar. Levando em consideração algumas dessas suposições equivocadas (e outras corretas) de alguns colegas na época da faculdade, separei alguns itens para dar uma ideia do que é a Baixada Fluminense.

-> A Baixada Fluminense não é uma grande roça.

-> A Baixada Fluminense não é uma cidade pobre que fica do lado do Rio de Janeiro. É uma região que compreende várias cidades.

-> Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Belford Roxo, São João de Meriti, etc, são cidades e não bairros da cidade do Rio de Janeiro. Pertencem à Baixada Fluminense.

-> As cidades da Baixada Fluminense (principalmente Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Belford Roxo e São João de Meriti) são ricas, ao contrário do que dizem. Mas não parecem, devido ao escoamento da maior parte da riqueza produzida na região para a capital, ao descaso, e à corrupção dos políticos locais. Isso faz com que a região seja desvalorizada e seja composta por uma população, em geral, pobre.

-> Mas tem gente rica (rica mesmo!) que mora aqui.

-> A Baixada Fluminense não fica perto da divisa com Minas Gerais ou São Paulo.

-> A Baixada Fluminense não é uma região mais baixa do que a cidade do Rio. Na realidade, o Rio também faz parte da Baixada Fluminense. Tudo que vai do litoral do Rio ao pé da serra de de Petrópolis, Teresópolis e das Araras pode ser chamado de Baixada Fluminense. Mas na prática o Rio é considerado fora da região.

-> Não é preciso atravessar  nenhuma mata ou grandes regiões de campos abertos para chegar na Baixada Fluminense. Há conurbação: as áreas urbanas da Baixada e do Rio estão coladas. você chega na Baixada sem notar diferença de paisagem. Porque de fato praticamente não há.

-> Não precisa de preconceito: andar de trem não é garantia de morte. Talvez de desconforto, principalmente nos horários de rush (assim como é no metrô) e com vendedores ambulantes gritando no seu ouvido. No mais, pode ser uma experiência até divertida. Pode.

-> Tem luz e água sem precisar racionar.

-> O DDD da Baixada Fluminense também é 21. Você não paga interurbano.

-> Não criamos gado.

-> Não praticamos agricultura de subsistência. Tem mercado aqui.

-> A Baixada Fluminense não é tão longe do Rio como as pessoas pensam. As vias expressas, quando não estão engarrafadas (o que é difícil, infelizmente), permitem que o trajeto seja feito em menos de 1 hora pelo transporte público. Vans na madrugada fazem o trajeto em 20 minutos, em média. A não ser que a pessoa more em Paracambi, coitada.

-> Partindo-se da Central do Brasil, chega-se mais rápido na Baixada Fluminense do que em muitos bairros do Rio.

-> As grandes lojas também fazem entrega aqui. Qualquer uma.

-> Tem shopping, mas as opções de lazer são realmente muito limitadas.

-> Tem internet banda larga (mas o gás encanado tá chegando agora na minha rua).

-> Tem TV por assinatura. E a TV aberta transmite os mesmos canais que são transmitidos no Rio.

-> As ruas são, em geral, asfaltadas.

-> Sucessos na mídia chegam aqui ao mesmo tempo que na capital.

-> Não tem essa de “todo mundo conhece todo mundo”. Aqui não é uma vila. 

-> Aqui passa o “RJ TV” também, e não algum “Whatever TV”.

-> Sim, alaga muito quando chove.

-> Existem ótimos colégios e clínicas médicas por aqui.

-> A região não é dividida em facções criminosas. Não preciso ficar em casa a partir de um determinado horário devido a algum toque de recolher.

-> Não preciso tomar mais cuidado ao andar na rua por aqui do que devo tomar em qualquer lugar do Rio.

-> Sim, têm muitos “néms” por aqui.

-> Sim, tem um vulcão aqui.

-> Sim, as pessoas em geral são menos instruídas, mas tem muita gente alto nível também.

-> Não, não tem bueiro que explode.

-> Curiosamente, o Aeroporto Internacional fica MUITO mais perto de um pobretão de Caxias do que de um rico do Leblon.

-> As coisas por aqui não necessariamente são mais baratas.

-> A vida aqui é menos dura do que os noticiários fazem crer.

-> Mas de fato não há tanto glamour por aqui. O apego ao local geralmente se dá devido à família, infância, situações vividas, etc. Não é mesmo um cartão-postal. 

5 comentários:

Anônimo disse...

Se não tem roça, de onde vem os pintos coloridos da feira?

Diego Martins! disse...

Isso me faz lembrar de quando estudei na Federal de Química. CG era outro mundo para a maioria. Curiosamente pensavam o contrário: para alguns era outro município! Rs

Anônimo disse...

Nasci e morei em Nova Iguaçu RJ municipio da baixada fluminense e me orgulho disso porque temos que desmentir certos boatos que rolam sobre a regiao da baixada, infelizmente essee preconceito nao fica somente no Rio, a baixada e discriminada ate em outros estados falo isso por q morei em Minas Gerais e quando eu falava da baixada fluminense as pessoas la em Minas torciam o nariz, do mesmo geito q o povo fala mal do carioca em outros estados dizendo que carioca e tudo preguiçoso, eles falam mal da baixada, esses pre-conceitos e o mesmo contra os Nordestinos infelizmente, mais graças a Deus Nova Iguaçu minha cidade natal vem crescendo muito e quebrando tabus e graças a ela a baixada vem mostrando potencial e as pessoas tam vendo que esse esteriotipos vem caindo por terra, minha cidade tem grandes empressas do comercio como por ex: Iguaçu Topshopping

Anônimo disse...

Embeleze, Granfino, Pimpinela, Hipermercado Extra, Arte & Pao Confeitarias, fora o Vulcao adormecido como area de natureza servi de lazer isso tudo e Nova Iguaçu eis aki um iguaçuana orgulhoso.

Anônimo disse...

Adorei!!!!