domingo, 25 de maio de 2014

Vamos tomar um chopinho?

 

choe


“Não, obrigado, eu não bebo”. É o que eu sempre respondo. Na mesma hora, a pessoa me lança um olhar estranho e faz uma segunda pergunta: “você é crente?”. Logo respondo: “Não, não sou”. E o olhar, que já era de estranheza, passa a ser de perplexidade.