segunda-feira, 27 de julho de 2015

As estátuas


Felipe estava cansado da sua vida da forma como ela era. Vivia na mesma casa desde que nascera, frequentava sempre os mesmos lugares da cidade. Até da faculdade estava cansado. Aqueles corredores frios, aquelas pessoas pouco afetuosas. Já não se sentia tão apaixonado pela namorada. Tinha um amigo de infância, Jonatas, com o qual havia brigado por pura saturação de convivência.

Aceitou viajar com os pais e irmã mais nova nas férias para um litoral distante. Pensou que poderia ser um tédio, mas resolveu arriscar. Dentro do chalé alugado, rodeado por muita natureza e pouquíssima civilização, sua mãe preparava um bolo de cenoura, receita que ele adorava desde pequeno. Mas Felipe estava com o olhar distante. Disse que iria dar uma volta pelo local, e saiu apressadamente.